Home  |  Amma  |  Ajudar   Ashram  |  Encontros  |  Lojinha |  Meditação

 

         
 

Mensagem de Ano Novo
Para ser feliz...aceite tanto os altos quanto os baixos da vida.

1º de janeiro de 2017, Amritapuri.

Andando ao longo de nosso caminho de experiências, deixamos para trás o ano de 2016. Agora, aqui, está outro ano novo que aguardamos com ansiedade, preenchido com nova esperança e expectativas. Cada ano novo é como uma página nova no livro de nossa vida. Cabe a nós escolhermos o que vamos escrever nela. Se quisermos, podemos preenchê-la com cartas de amor, compaixão, paz e conhecimento. Por outro lado, também podemos preenchê-la com cartas de ódio, raiva e escuridão. Que nós possamos encher a caneta de viveka [discernimento] com a tinta do esforço e começar essas novas páginas escrevendo algo novo.

Neste novo ano, que nossa face possa ser iluminada com o sorriso do amor. Que nossa mente possa se tornar serena, livre do medo e da angústia. Que nossos corações possam ficar repletos de compaixão. Que o sol de viveka [discernimento] ilumine nossa mente. Que nossa meta seja criar um mundo de paz e de harmonia.

Ouvimos muitas pessoas dizerem que 2016 não foi um bom ano. Mas nós devemos refletir sobre de quem é a culpa disso. A culpa é do ano ou é nossa? Nós usamos o ano para envidar esforços para aprender, para crescer e ascender? Ou nós o desperdiçamos com ocupações fúteis?
Assim como, a cada noite, o proprietário de um pequeno comércio fará um inventário de seu lucro e de seu prejuízo, o Ano Novo é uma boa ocasião para olharmos para trás e refletirmos sobre o ano passado. Neste dia, devemos fazer um pouco de autoanálise. Examinando nossas ações e atitudes, devemos nos perguntar: "Onde estou lucrando? Onde estou levando prejuízo?" Devemos tomar uma firme decisão de preservar nossos avanços espirituais e de renunciar a nossas negatividades.

Durante o ano passado nós testemunhamos muitas tragédias e confusões no mundo. Milhares perderam suas vidas em guerras e tumultos. Muitos foram vítimas de ataques terroristas. Muitos morreram em calamidades naturais, e muitos perderam as economias de suas vidas. A crise dos refugiados alcançou seu ponto culminante. Inúmeras mentes ficaram repletas de temor e desesperança. Apesar disso tudo, não devemos afundar em desânimo e medo. O poder de encarar tais desafios está dentro de nós. Se todos nós nos dermos as mãos, poderemos enfrentar até os maiores problemas com serenidade e otimismo.
Não há necessidade de se preocupar com o futuro.

Altos e baixos são da própria natureza da vida.

A espiritualidade é a ciência que nos ensina a aceitar tudo de um modo feliz. Se mudarmos nossa atitude mental, poderemos administrar as mudanças que acontecem também nas situações externas. Se alguém sabe nadar, então nadar no mar se torna uma delícia. Mas aqueles que não sabem nadar podem se afogar facilmente. A compreensão da espiritualidade nos ajuda a enfrentar tudo com força mental. Quando aparecem problemas na vida, algumas pessoas ficam abatidas, incapazes de enfrentá-los. A pessoa espiritualizada, entretanto, será capaz de enfrentar esses momentos de dificuldade com equanimidade.

Atithi devo bhava. A cultura indiana nos ensina a considerar qualquer atithi [hóspede] como Deus. A palavra atithi não significa apenas pessoas. Toda situação com que nos deparamos com surpresa é um atithi [literalmente "algo sem um tempo pré-estabelecido"]. Precisamos ser capazes de aceitar tudo com alegria. Quando assim aceitarmos, toda situação se tornará um trampolim para uma maturidade maior.

Quando encontramos situações desafiadoras, podemos nos sentir intimidados. No entanto, precisamos seguir em frente em estado de alerta, sem perder nossa força mental. Mesmo se sofrermos perdas ou fracassos não devemos desanimar, e sim encararmos essas perdas ou fracassos como um ponto de partida para o sucesso.

Não importa se não podemos realizar "grandes" coisas. É mais do que suficiente se pudermos falar uma palavra gentil, mostrar um sorriso amoroso, e voluntária e pacientemente ouvir os problemas dos outros.

Somente porque um ano novo está surgindo não significa que o sol começará a nascer no ocidente. Dois mais dois permanecerão quatro, não somarão cinco. Somente pela mudança dos números no ano, nada mudará. Em nossas mãos teremos apenas o momento presente. Vamos tentar usá-lo sendo proativos, praticando atos que provocarão uma transformação positiva. Vamos tomar uma decisão de não desperdiçar dinheiro em despesas extravagantes. Se esse dinheiro puder ser usado para ajudar as crianças doentes, ele poderá significar muito. Naturalmente no final a morte é inevitável. Podemos não ser capazes de salvar a todos. Mas se através de nossa ajuda pudermos até mesmo prolongar a vida de uma criança doente, nossa ajuda significará muito para os pais.

Comprometer-nos com ações tão compassivas na verdade é viver as verdades expressas nas afirmações dos Upanishads, que proclamam nossa unidade com Deus: tat tvam asi e aham brahmasmi—“Você é aquilo” e “Eu sou Brahman.” Por exemplo, quando enfiamos o dedo no olho, não punimos nosso dedo. Pelo contrário, usamos o mesmo dedo para esfregar o olho. Isto acontece porque sabemos que tanto o dedo quanto o olho constituem parte de nosso próprio corpo. De modo semelhante, quando vemos os outros como nosso Verdadeiro Ser, então espontaneamente surge a compaixão dentro de nós. Da mesma forma que perdoamos nossos próprios erros, sejamos capazes de perdoar e esquecer os erros dos outros também. Vamos tentar transcender quaisquer sentimentos de raiva que tenhamos por aqueles que nos tenham prejudicado. Vamos tentar escrever cartas ou e-mails gentis para aqueles que estão com raiva de nós. Estas cartas ou e-mails podem assim dar-lhes um pouco de felicidade e ajudá-los a superar sua raiva. Não vamos nos esquecer de expressar gratidão ao nosso próximo e aos nossos entes queridos. Estas são as novas coisas que precisamos fazer para trazermos o ano novo. Tais ações trarão o verdadeiro renascimento – uma nova criação.

Vamos aprender com os erros do ano que passou e entrar no ano novo com maior consciência, entusiasmo e fé otimista. Ao mesmo tempo, precisamos ampliar os horizontes do nosso conhecimento. Vamos tornar o ano novo um ano abençoado, através de atitudes que propaguem a fragrância do amor e da compaixão.

Amma reza a Paramatma para que seus filhos consigam agir assim. Amma deseja a todos os seus filhos um muito Feliz 2017.

-Trechos da Mensagem de Ano Novo de 2017 da Amma.
 

 

Ano Novo 2017

 

 
         
         
 
www.ammabrasil.org é o site oficial da Amma no Brasil.
 Copyright MACenter ® 2016. Todos os direitos reservados *